Terapia

Constelação Familiar em Grupo

08 de abril de 2020

No trabalho em grupo há quem protagoniza, denominado de “constelado”, que geralmente se inscreve antes, após sentir-se chamado(a) e confortável em expor a sua história. Temos também o constelador (Gil Mori) e os representantes. Os representantes não conhecem a história do constelado, são pessoas que se dispuseram a estar juntos neste enontro para auxiliares e também se beneficiam do processo, pois, através da Constelação do outro, também podemos enxergar novas percepções e movimentos importantes para a vida.

Trazemos a imagem interna do nosso cliente através dos representantes, que farão o papel de alguns membros da família de quem está constelando. O facilitador os deixa livres em contato, para que os Movimentos da Alma possam surgir com a ressonância do campo morfogenético e, assim, revelar qual lugar de sua vida está o emaranhamento. Muitas vezes conhecemos pouco essas informações, buscamos saber o essencial para que as informações que os representantes revelem sejam limpas de julgamento. Suas reações físicas fornecem indicações sobre as dinâmicas que estão no inconsciente do constelado e que ele mesmo não consegue reconhecer. Após observar os movimentos o facilitador expressa as frases de cura que sentir necessárias, entregando uma possibilidade para que esse campo encontre o movimento certo junto ao cliente e assim reconstruir o fluxo do amor. Estamos conectador a este campo, vivemos em nosso corpo, mente e espírito com todas essas informações.

sobre o autor

Gil Mori

Criador da página “Os círculos do amor” escreve para blogs sobre como podemos mudar nossas relações de forma simples. Hoje atua com os atendimentos individuais no Espaço Viver com Arte em São Paulo capital e com oficinas, workshops e treinamento em todo o Brasil.

Você também pode gostar de: